Posts

A frota de caminhões a gás tem crescido no país, apesar da trava representada pela falta de infraestrutura adequada, como postos de abastecimento e também pela ausência de políticas públicas que incentivem o uso de gás natural veicular, o GNV. O avanço tem sido empurrado pelo aumento da consciência de que práticas

A tecnologia é uma grande aliada na otimização das atividades, ao permitir a gestão inteligente de estoques para evitar retrabalho e desperdício; com softwares de supply-chain que geram informações em tempo real e permitam decisões rápidas; adotando procedimentos para roteirização programada de entregas e soluções para o compartilhamento de cargas e rotas.

A Soluciona Logística, de São Paulo, adquiriu caminhões a gás da Scania para atuar nas rotas de longa distância hoje cobertas pela companhia. Além de atender aos requisitos cada vez mais rígidos sobre a poluição do ar e sonora nas cidades, o investimento aposta na tendência de adoção de tecnologias limpas e inovadoras para incrementar a rentabilidade da empresa no longo prazo.

“Vemos que a mentalidade empresarial sobre o assunto mudou sensivelmente nos últimos anos, em benefício de um futuro com menor emissão de poluentes”, afirma Toni Trajano, CEO da Soluciona. “A descarbonização da economia é uma tendência irrefreável, e ela passa por um transporte baseado em combustíveis limpos, como gás natural e eletricidade”.

Desempenho
Os caminhões adquiridos pela Soluciona exibem um motor Otto de 6 cilindros, com 13 litros e 410 cavalos – o mais potente no portfolio da fabricante, com autonomia para rodar entre 400 e 500 quilômetros com o conjunto de cilindros cheios, dependendo da topografia da rota e da carga transportada.

À diferença de seus congêneres a diesel, os veículos a gás contam com uma entrada de ar redesenhada para máximo desempenho, caixa de câmbio automatizada e uso de retarder de 670 hp para compensar a ausência do freio motor.

Frota limpa
A experiência da Soluciona no uso de combustíveis limpos teve início neste ano, com a adoção de caminhões elétricos para o transporte de varejo de moda na região metropolitana de São Paulo, e também de caminhões híbridos, com motores que funcionam à base de gás natural veicular (GNV) e diesel. A avaliação do desempenho dos novos caminhões será importante para programar o ritmo de incorporação de novos veículos movidos a combustível limpo na frota da Soluciona.

Fonte: https://www.abralog.com.br/noticias/por-sustentabilidade-soluciona-logistica-adota-caminhoes-a-gas/

Em todo o mundo, a pressão social crescente sobre o impacto ambiental das empresas tem alimentado uma tendência irrefreável de descarbonização da economia. No setor logístico, essa tendência se traduz em uma preocupação cada vez maior sobre as emissões de gases do efeito estufa (GEE) no transporte, uma das principais fontes de poluição no planeta.

Embora em uma fase ainda inicial, onde embarcadores e operadores logísticos realizam estudos de viabilidade para a adoção em massa de veículos movidos a combustíveis “limpos” – como eletricidade e gás natural – já é possível reconhecer que a mentalidade empresarial sobre o assunto mudou sensivelmente nos últimos anos, em benefício de um futuro com menor emissão de poluentes.