2022 vai ser mais um ano desafiador para a logística, como esperam 10 entre 10 logísticos, principalmente devido à transformação digital. A Soluciona quer despertar o interesse sobre o tema, avivar as consciências e fomentar novas ideias porque a essência da mudança, como já dissemos tantas vezes, está nas pessoas.

Assim, nos próximos meses, em diversos locais, você vai ver títulos e frases recorrentes ligadas ao tema, como se fosse um carimbo. “Transformação digital, um caminho sem volta” é uma delas. Outra: “É preciso mudar a chave, o mindset”. E mais uma ainda: “Estamos vivendo um apagão de mão de obra”.

Novo cenário a partir da digitalização

1. Começamos a viver uma grande mudança, passando da cultura tradicional para um cenário de nova economia, no qual o recorte digital passa a ser um fator competitivo e de diferenciação para empresas e profissionais.

2. Se fosse um filme, a transformação digital teria as pessoas como protagonistas, e um time respeitável de coadjuvantes, como em toda história: Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Machine Learning, Realidade Aumentada, Realidade Virtual, Blockchain, Metaverso, enfim, as tecnologias que dão a chamada “fluência digital” em todo o processo de digitalização das cadeias de abastecimento. Há, no entanto, controvérsias – existe quem pense exatamente o oposto, em termos de status dos personagens.

Quando se conversa com especialistas, estes também são aspectos importantes

  • O Big Data, que representa um mundo de dados gerados e disponíveis a todo momento, é vital, mas ele é tão big que precisa ser ‘mais’ small para que saiam insights significativos à gestão do negócio.
  • Estar perto do cliente já não basta. Agora é preciso muito mais, estar tão próximo a ele a ponto de apontar para problemas que nem ele reconhece que tem, como já antevia Steve Jobs há quase duas décadas.
  • Iniciativas de transformação digital só fazem sentido se chegarem na ponta, na experiência do cliente. O papel dele é crucial. De nada adianta você ter a melhor inteligência artificial e pessoas brilhantes no time se nada disso chegar ao cliente, se ele não perceber valor – os chamados touch points.

“O grande segredo da transformação digital está nas pessoas, não na tecnologia”, ensina Robson Bessa, Diretor de Estratégia e Relação com Investidores da Soluciona, em entrevista que mereceu grande espaço no Portal Abralog, da Associação Brasileira de Logística.

Oferecemos essa entrevista como fonte de inspiração para esse 2022, que se trouxer incertezas, elas não estarão, provavelmente, na surpresa pelo protagonismo da Transformação Digital. Boa Leitura

(https://www.abralog.com.br/noticias/transformacao-digital-i-o-que-importa-mais-sao-as-pessoas-nao-as-tecnologias-2/

Vamos evoluir juntos?

A Soluciona oferece soluções otimizadas e inteligentes, de alta performance, com foco na redução de custos operacionais e maximização dos resultados das operações. Queremos ser seus parceiros nessa jornada. Que tal conversarmos sobre as necessidades da sua empresa?