Recuperação do setor de transporte passa por logística inteligente

Após um semestre de forte retração da economia mundial, já se podem reconhecer os rastros deixados pela pandemia do novo coronavírus no setor de transportes e logística brasileiro. Segundo o relatório Transportes em Números, divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), a queda de valor adicionado no transporte de cargas e passageiros nos seis primeiros meses do ano foi de 11,3%, quase o dobro da queda do PIB nacional, de 5,9%. Nada menos que a maior retração do setor de transportes desde o início dos levantamentos do IBGE, em 1996.

O impacto da pandemia se mostra mais acentuado ao considerar que o setor ainda buscava retomar o desempenho anterior à recessão de 2014-2016. Mais um teste de resiliência para o setor, que tem se obrigado a descobrir novas saídas para recompor as perdas dos últimos anos, sem esperar apenas do governo as soluções de curto e médio prazo.

Oportunidade

A pergunta de ouro em períodos de retração é sempre: como converter a crise em oportunidade de crescimento?

Se o governo tem papel importante no estímulo aos investimentos em infraestrutura e ao financiamento dos agentes do setor neste período de dificuldades, a melhor aposta do setor privado para cortar custos e melhorar sua rentabilidade reside na inovação logística. E ela passa por dois principais caminhos: investimento em tecnologia e gestão estratégica.

Transformação digital

A pandemia não representou apenas um desafio conjuntural para a economia mundial. Ela acelerou processos de transformação digital que, seguindo uma tendência que já se consolida na indústria, vêm antecipando o estabelecimento da chamada Logística 4.0.

São novas soluções em big data, BI (business intelligence), softwares e aplicações em nuvem que permitem interligar armazéns, transportadoras, indústria, varejo e até os clientes finais com uma troca de informações mais eficiente.

A adoção de processos de automação reduz os prazos de entrega, melhora a relação entre espaço e custos de armazenagem, reduz estoques, evita perdas e desperdícios e também propicia o melhor aproveitamento das frotas. Ao passo em que esses softwares geram, armazenam e segmentam dados valiosos para transportadoras e contratantes, a tomada de decisão tende a ser facilitada, tornando-se mais assertiva.

Gestão estratégica

Arrumar a casa, buscando eliminar desperdícios e otimizar processos, é uma tarefa árdua mas necessária para se firmar em meio a um mercado cada vez mais competitivo. Em um setor conhecido pelo conservadorismo em termos de gestão, a contratação de uma empresa logística especializada, que ofereça as melhores práticas na gestão de materiais e recursos, pode representar uma grande vantagem competitiva e, ainda melhor, um salto de desempenho para empresas que apresentam grandes oportunidades de melhoria operacional.

Empresas logísticas se responsabilizam pelo controle e administração de materiais, pela otimização no uso de espaços e pela redução do tempo e custo de cada processo. Elas também se incumbem do planejamento das movimentações internas e transporte entre fábricas e centros de distribuição e entrega ao cliente final, melhorando a eficiência em um setor crítico para os resultados da empresa.

Vamos evoluir juntos?

Enquanto um novo cenário macroeconômico já desponta no horizonte, com uma recuperação em nível mundial prevista para 2021, sua empresa pode sair na frente, investindo com inteligência.
A Soluciona oferece soluções otimizadas e inteligentes, de alta performance, com foco na redução de custos operacionais e maximização dos resultados das operações. Queremos ser seus parceiros nessa jornada. Que tal conversarmos sobre as necessidades da sua empresa?