O ano da pandemia no futuro também será conhecido como o ano da higiene e do autocuidado. E os números do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC) comprovam essa tese. O setor cresceu 5,8% em 2020 em relação ao ano anterior, e vem mantendo essa força em 2021.

Para a logística do setor isso não chegou a ser uma surpresa. O Brasil já é o quarto maior mercado de beleza no mundo e o terceiro em gasto per capita, segundo a Euromonitor, consolidando a autoestima e a saúde pessoal como atributos altamente valorizados em nosso país. A diferença em 2020 foi outra: o isolamento social representou um impulso inédito ao e-commerce, com forte repercussão na cadeia logística de distribuição, que suporta as operações diretas com os consumidores.

Somando-se a uma tendência que vem de longo prazo, os profissionais do setor acreditam que as mudanças de hábito induzidas pela pandemia vieram para ficar – assim como a repercussão sobre toda a cadeia a logística do setor. “Para 2021, esperamos a manutenção do alto volume de transporte de produtos de higiene e desinfecção, consequência da nova cultura a ser deixada como legado pela pandemia, que reforçam também as exigências de adequação técnica e licenciamento”, aposta João Trajano, diretor de operações da Soluciona Logística.

Uma operação complexa
A logística no setor de HPPC se caracteriza por grandes volumes, ampla variedade de matérias-primas e produtos, além de atenção a normas sanitárias que se nivelam às do setor farmacêutico – uma teia de fatores que torna a operação complexa e requer especialização e muita agilidade dos operadores logísticos (OLs) para garantir a integridade dos produtos transportados desde a fábrica até o cliente final.

No último ano o e-commerce pautou o ritmo das vendas no varejo, e características como o fracionamento de carga e distribuição multicanal só cresceram, gerando custos logísticos maiores e uma competição mais acirrada em termos de qualidade de serviço e prazos de entrega.

Para suportar o aumento da demanda sem comprometer o nível de serviço, há que se buscar a gestão integrada e inteligente do negócio, por meio de tecnologia e digitalização.

Em busca do diferencial
De partida, o amplo mix de produtos e a diversidade de canais de distribuição exigem que o OL estabeleça uma maior proximidade com os clientes – embarcador ou destinatário – para identificar as necessidades específicas de cada operação e oferecer um atendimento personalizado.

O entendimento afinado em relação às necessidades de abastecimento cumpre apenas com metade da tarefa ao desenhar estratégias de operação para um alto nível de serviço. A outra metade reside na exigência, cada vez mais comum, para que os OLs dominem etapas como manuseio, etiquetagem e nacionalização, e para que transportadoras ofereçam serviços de picking, armazenagem e fulfillment em pontos estratégicos, ampliando seu escopo de atuação.

Requisitos imprescindíveis
Projetos logísticos, separação e embarque de cargas fracionadas, armazenamento em áreas refrigeradas e reembalagem, cross docking eficiente, distribuição capilarizada, parcerias para atender à alta frequência de entregas na última milha: nos últimos anos a logística HPPC ganhou em complexidade ao ampliar seu leque de atuação.

Gerenciamento de riscos e base tecnológica tornaram-se requisitos imprescindíveis para a busca incansável por realizar o mantra do setor – qualidade máxima de serviço, prazo mínimo de entrega.

Em meio à febre (permanente) do e-commerce, do omnichannel e do business inteligence, o desafio das empresas do setor passa pelo investimento em sistemas de alta performance, que fundamentem a tomada de decisão e previnam problemas. Eles incluem o controle de processos por meio de um WMS eficiente; sistemas de TI para captura de pedidos em sites amigáveis e call center; sistemas interligados de inventário, faturamento, picking e expedição; coletas e entregas monitoradas por ferramentas de BI, gerando visibilidade end-to-end e disponibilizando informação em tempo real para o cliente.

Vamos evoluir juntos?

A Soluciona Logística atua com transferência e distribuição de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos há mais de 10 anos, com equipe especializada e soluções customizadas. Tem um desafio para nós? Entre em contato e agende uma conversa com nossos consultores.