Há muita confusão – e isso não é de hoje – entre logística e Supply Chain Management, e este Blog resolveu, ainda que de forma resumida, abordar o assunto. Para o consultor Edson Carillo, sócio-fundador da Connexxion e professor de cursos de pós-graduação da FGV, a logística trata da integração intra-empresarial, enquanto o gerenciamento da cadeia de abastecimento (Supply Chain) da integração interempresarial.

Logística envolve a obtenção da fonte certa, do produto certo, na quantidade e qualidade certas, no lugar certo e na hora certa, para o cliente certo ao preço certo.

Já o sistema abrangente do SCM aumenta o âmbito, incluindo fornecedores e clientes, nos diversos níveis (dos fornecedores até os clientes dos clientes) com a coordenação, com vistas à racionalização/otimização do fluxo de materiais e informações, desde a aquisição das matérias-primas até o consumo do produto acabado.

Menos poder e mais parceiros levaram à criação do Supply Chain

Os objetivos do Supply Chain são a eliminação de redundâncias e a redução do tempo de ciclo e inventários, de forma a fornecer melhores serviços aos clientes, ao menor custo e prazo. Já a logística é fator chave de colaboração e integração da cadeia. Melhorar o desempenho neste campo permite que as cadeias de abastecimento aumentem significativamente a sua eficiência – e ainda contribui na criação de valor e de inovações em diversas áreas.

Gestão da cadeia de abastecimento é uma abordagem Inter função – incluindo o gerenciamento do transporte das matérias-primas, aspectos do processamento interno de materiais em produtos acabados, e o movimento das mercadorias até o consumidor final. Como as organizações se esforçam para se concentrar nas suas competências essenciais, buscando maior flexibilidade, reduzem sua propriedade das fontes de matérias-primas e canais de distribuição. Estas funções são cada vez mais terceirizadas para outras entidades que possam desempenhar melhor as atividades, ao menor custo e de forma mais eficaz. O efeito é aumentar o número de organizações envolvidas na satisfação do cliente, reduzindo o poder de gestão das operações logísticas diárias.

Menos poder e mais parceiros levaram à criação dos conceitos de supply chain management. O propósito da gestão da cadeia de abastecimento é melhorar a confiabilidade e a colaboração entre parceiros da cadeia, melhorando assim a visibilidade dos estoques e da velocidade de movimento dos materiais.

A logística é o núcleo do Supply Chain Management

Edson Carillo, da Connexxion, registra que na literatura logística e Supply Chain são muitas vezes usados como sinônimos, embora exista uma sutil diferença entre os dois: o supply chain é mais estratégico, ao passo que a logística é mais orientada para as operações.

“Enquanto supply chain lida mais com as ligações na cadeia, contratos e relacionamentos, seleção de fornecedores, informações e fluxos financeiros além de fluxos de materiais, criando novas instalações, tais como fábricas, armazéns e centros de distribuição, e questões mais amplas, como economia, sociedade, governo e meio ambiente, o escopo da logística é mais ou menos confinado ao trabalho de rotina de transporte e armazenagem de mercadorias”, aponta o consultor.

E garante: “A logística é o núcleo de supply chain; se a logística falhar, toda a cadeia se rompe.

Vamos evoluir juntos?

A Soluciona oferece soluções otimizadas e inteligentes, de alta performance, com foco na redução de custos operacionais e maximização dos resultados. Queremos ser seus parceiros nessa jornada. Que tal conversarmos sobre as necessidades da sua empresa?